8.8.08

Ele joga água fora da bacia

Ele é macho com a esposa. Bem macho.
Grita, ameaça tirar a filha dela, levanta a mão mas nunca bateu, segundo ela.
Briga todos os dias, xinga, diz que as pernas dela são finas e feias, feito de uma galinha.
Ele é da Síria e tem uma Van branca (sic)
Bem educado com os vizinhos, mas ouvi dizer que ele d-e-t-e-s-t-a mexicanos, mas ela é mexicana, porra!
Fuma igual um doido, não tem trabalho fixo, vive de eBay vendendo malas, ou vivia.
Ele fez alguma merdinha e o eBay fechou a conta dele.
A esposa me disse que ano passado ele fazia fácil 17 mil dinheiros americanos por mês vendendo malas =oS
E hoje em dia eles estão lascados, vendendo o almoço pra comer na janta. Mas ele tem um lado bom vai, dá 20 doletas pra esposa passar a semana.
Se vira Berenice, essa grana é pra por gasolina, comprar o leitinho da menininha de 3 anos, frutas e por comidinha na mesa. Vai vendo.
Eu peguei um ódio dele.
No começo dessa semana, ela veio trazer a filhinha aqui em casa. Chegou branca, tremendo igual um chiuaua, pediu para que eu olhasse a menininha um pouco por que ele estava meio alterado e ela não queria que a filha estivesse ali por perto vendo a ceninha dele.
Ceninha???Alterado???
Sabe o que é bom pra marido alterado, que grita, ameaça bater na esposa e humilha????Lâmpada de mercúrio triturada bem fininha, tipo farinha, sabe???
Uma colherzinha de chá todos os dias no tabule, ou no arroz com lentilhas dele.
Ela não tem para onde ir, por isso aguenta as pontas. Não trabalha, tem família por perto mas é a mesma coisa que nada ou ninguém. Família de merda.
Mas como eu tenho a língua maior do que a boca e não aguento isso estou aos poucos mostrando o outro lado. Que ela pode arrumar um emprego, pode alugar uma casa, pode largar esse ordinário e ser muito feliz. E ela já tá indo atrás disso.
Depois da confusão dessa semana, ela pegou umas coisas, a filha e foi para casa de uns amigos em L.A.
Enfim, ontem saímos jantar com uns amigos e na volta, tarde da noite já tinha a Van branca dele e um outro carro estacionados em frente a garagem da casa deles.
Acordei cedinho, fiz o que tinha que fazer, abri a cortina do meu quarto pra ver como estava o dia.
O dono do carro branco era um carecão, que saiu segurando seu chapéu panama, arrumando as calças, deu uma espreguiçadinha no portão, entrou no carro, pegou não sei o q, colocou na boca, pegou uma garrafinha, fez um bochecho e cuspiu pra fora.
Ficou ali mais um tempo e saiu.
No andar de cima da casa estava o lindão, espiando pela perciana o macho ir embora.



Links para esta postagem:

Criar um link



<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]