22.2.08

Eu poderia ficar ali parada olhando a mancha de café espalhar-se lenta sobre a mesa enquanto no telefone você trazendo de volta a vida que não queria lembrar.
E assim parada pra sempre no meio do escritório, enquanto sua vida acontece bem além dessas janelas, fora e longe de mim, sentisse apenas mágoa, saudade e esse tipo de espanto amargo em que ninguém dá jeito.
Eu poderia.
Mas repeti que era tarde que eu tinha um dia de cão, que não tinha tempo e me desculpe, você sabe, esta nova cidade, esta nova vida, esta manhã.



Links para esta postagem:

Criar um link



<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]