1.1.08

Cibele querida, você pediu o trecho de "Separações" onde o Domingos fala da saudade. Pediu pra te mandar e talz, né? Mando pra onde criatura? Por telepatia?
hehehehehe
De qualquer maneira, segue: (postei há dois dias esse trecho no meu about me do orkut... putz que coincidência você pedir)

Nunca pensei que um homem pudesse sentir saudade
Dizem que a palavra não existe em nenhum outro idioma
Mas eu conheço o seu significado:
A alma procura a outra
Na velocidade do desatino
Não há lugar senão para a busca
Nenhuma satisfação que não seja o encontro
Nenhum engano possível
Porque a alma sabe exatamente
Qual a outra é
É aquela
em tudo maravilha
Que encontrada seria uma
No eterno abraço
Porque não cala o trovão na mente?
Porque não seca a lágrima da obsessão?
Porque não cessa
Essa falta que enfraquece essa dor que apenas cresce?
Porque não fecha o peito ardente?
Demente
No teu abismo presente ouve o ruído dos pássaros
Então cai eternamente
Eu não sei se é verdade que de saudade também se morre
Mas é melhor morrer do que sentir saudade.



Links para esta postagem:

Criar um link



<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]