13.12.07

De onde estou , parada no extremo oposto da porta onde você está, também não sei se o que vejo será mesmo um corpo real - o seu corpo exato, particular, inconfundível - ou apenas uma ilusão dos meus sentidos. Estes que nunca mais se recuperaram da loucura de ter mergulhado um dia no seu gosto, no seu cheiro, no seu tato



Links para esta postagem:

Criar um link



<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]